ago
04

Palestra com Gordon Strong do BJCP – Florianópolis

Uma palestra com Gordon Strong do BJCP.

Isso mesmo.Gordon Strong vem a Florianópolis a convite da ACERVA Catarinense para participar do VI Concurso Estadual de Cerveja Caseira da ACERVA e vai nos presentear com uma palestra especial.

Gordon Strong é um cervejeiro caseiro premiado, juíz BJCP e escritor. Ele é o único tri-campeão do  cobiçado Ninkasi Award. Ele é presidente do Beer Judge Certification Program (BJCP) e foi o principal author do atual guia de estilos BJCP. Gordon trabalha para Zymurgy Magazine e BYO Magazine. Ele é autor do Brewing Better Beer and Modern Homebrew Recipes.

Sobre a Palestra: 

Aprenda métodos práticos para avaliar o aroma e o sabor da sua cerveja, exercícios para desenvolver seu paladar e as técnicas que os juízes de cerveja usam para avaliar a cerveja em competições amadoras e profissionais. Aprenda o processo de degustação estruturado, como ler e aplicar orientações de estilo, e como avaliar cerveja por falhas técnicas e de estilo. Compreender como os outros vêem sua cerveja e como isso irá ajudá-lo a melhorar.

Local:

Auditório da ACATE – Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia

Rodovia SC-401, Km 04, s/n – Saco Grande, Florianópolis – SC – Junto ao Primavera Garden.

Programação: 18/8/2017

19hs – Aquecimento no On Bier no pátio da ACATE junto ao estacionamento

20hs – Palestra com Gordon Strong

21hs – Confraternização no On Bier

Como participar:

Esta palestra é exclusiva e gratuita para associados da ACERVA Catarinense.

Basta se inscrever na loja virtual da ACERVA. 

Vagas limitas a 80 participantes. Então só se inscreva se realmente for participar.

Apoio:

 WhatsApp Image 2017-08-04 at 18.02.28
André Comarú
Diretor-Presidente
ACervA Catarinense

ago
01

Curso de Análise Sensorial Básico – Florianópolis

Curso de Análise Sensorial Básico

Objetivo do curso

O objetivo do curso é que o participante aprenda a reconhecer determinados aromas na cerveja, identificando sua origem e, assim, a causa dos defeitos porventura encontrados em suas produções. Outrossim, compreender as origens dos aromas e sabores agradáveis que espera encontrar em seu produto final. Além é claro de propiciar ao participante um embasamento teórico de como melhorar a qualidade de suas cervejas

O que é análise sensorial?

Análise sensorial é definida como “ciência usada para evocar (provocar), medir, analisar e interpretar reações às características dos alimentos e materiais como são percebidas pelos cinco sentidos: visão, olfato, gosto, tato e audição”. A avaliação sensorial é praticada diariamente, a cada vez que apreciamos algum alimento ou bebida, ou mesmo quando os estamos preparando. A análise sensorial, contudo, executada de maneira criteriosa e sistematizada, é um mecanismo valiosíssimo para verificar a qualidade do alimento ou bebida avaliado, buscando interpretar suas características positivas e seus defeitos. Quem pode fazer este curso? Como o curso é voltado à percepção de aromas em cervejas, visando à melhoria do processo, cervejeiros colherão mais benefícios, mas nada impede que os demais apreciadores da bebida tenham estes conhecimentos.

O curso irá contar com 21 parâmetros a serem analisados:

1 – Alcalino
2 – Diacetil-1 (Butanodiona)
3 – DMS
4 – Metálico
5 – Acetaldeido
6 – Acetato de Etila
7 – Adstringente
8 – Acético
9 – Azedo
10 – Sulfítico

Programação

Data:

12 de Agosto de 2017.

Local:

Faculdade SENAC Florianópolis  – Rua Silva Jardim ,360 – Prainha – Florianópolis – SC

Horário:

14hs às 18hs

Carga Horária:

4 horas

Valor do Curso

Sócio ACERVA : R$ 50,00

PARA O SÓCIO QUE COMPRAR O Workshop – BJCP, Degustação e Avaliação de Cervejas PAGARÁ R$ 30,00 neste de Análise Sensorial.

Basta usar o cupom de desconto COMBO-BJCP-AS na hora da compra na loja.

NÃO Sócio ACERVA: R$ 100,00

IMPORTANTE: OS INGRESSOS COM VALOR PARA ASSOCIADO SÃO PARA USO EXCLUSIVO DOS ASSOCIADOS. NÃO É PERMITIDO QUE SEJA REPASSADO PARA NÃO ASSOCIADOS SEM AS DEVIDAS CORREÇÕES DE VALORES.

Para comprar visite nossa Loja Virtual ACERVA

Observação:

Para melhor rendimento em qualquer análise sensorial, evite alimentos agressivos ao paladar ou ao olfato, como café, pimenta, alho, álcool, bem como fazer uso de cigarro, perfumes, loções, colônias, cremes, pós-barbas, batons, etc.

Em função das características do kit utilizado, o número de vagas é limitado à 20 participantes.

O curso apresenta teoria e prática sobre o que é análise sensorial, controle de qualidade, testes e estatística.

São realizados vários exercícios que permitem identificar off-flavours, on-flavours e taints através da perpeção dos sentidos e gostos básicos.

Finalmente é abordada uma revisão teórica com foco nos fatores importantes no processo de produção.

Curso indicado para quem deseja reconhecer aromas em cervejas, visando à melhoria do processo ou mesmo aprimorar habilidades de degustação.

Palestrante:

Fábio Koerich Ramos, cervejeiro caseiro desde 2008, Sommelier de Cerveja pela Associação Brasileira de Sommeliers e Juiz BJCP

Apoio:

senac-sc

jul
31

Workshop – BJCP, Degustação e Avaliação de Cervejas – Florianópolis

Workshop – BJCP, Degustação e Avaliação de Cervejas

Objetivo: Apresentar o BJCP,  técnicas de degustação e avaliação de cervejas.
Dinâmica: Inicialmente será apresentado o BJCP (estrutura, guia de estilos, súmula e exames), em seguida serão apresentadas técnicas de degustação e avaliação de cervejas e por fim serão avaliadas por todos na prática duas cervejas, preenchendo súmulas de avaliação e discutindos os resultados.
Ementa:
BJCP, Degustação e Avaliação de Cervejas
0. Introdução
1. BJCP
1.1 – O que é ?
1.2 – Guia de Estilos
1.3 – Exames de Admissão
1.3.1 – Descrição
1.3.2 – Ranking
1.3.3 – Material de Estudo
1.3.4 – Dicas
1.4 – Súmula de Avaliação
2. Degustação de Cervejas
2.1 – Avaliação Sensorial
2.2 – Vocabulário
2.3 – Parâmetros da Cerveja
2.4 – Taints e Off-Flavors
3. Avaliação de Cervejas
3.1 – Entendendo a Súmula e a Pontuação
3.2 – Aroma
3.3 – Aparência
3.4 – Sabor
3.5 – Sensação de Boca
3.6 – Impressão Geral
3.7 – Pontuação e Check-Boxes
3.8 – Dicas de preenchimento: O que fazer e o que evitar.
3.9 – Exemplos de Súmulas
4. Estudo de Estilo e Prática de Avaliação
4.1 – Estilo 1
4.1.1  – Estudo do Estilo
4.1.2  – Prática – Avaliação
4.2 – Estilo 2
4.2.1  – Estudo do Estilo
4.2.2  – Prática – Avaliação
5. Resumo
6. Bibliografia

Data:

12 de Agosto de 2017.

Local:

Faculdade SENAC Florianópolis  – Rua Silva Jardim ,360 – Prainha – Florianópolis – SC

Horário:

8:30 às 12:30hs

Carga Horária:

4 horas

Valor:

R$ 50,00 para sócios e R$ 100,00 para não-sócios – Para obter o desconto de sócio precisa fazer login na loja.

Para comprar entre na Loja Virtual da ACERVA

IMPORTANTE: OS INGRESSOS COM VALOR PARA ASSOCIADO SÃO PARA USO EXCLUSIVO DOS ASSOCIADOS. NÃO É PERMITIDO QUE SEJA REPASSADO PARA NÃO ASSOCIADOS SEM AS DEVIDAS CORREÇÕES DE VALORES.

Professor:

Fábio Koerich Ramos, cervejeiro caseiro desde 2008, Sommelier de Cerveja pela Associação Brasileira de Sommeliers e Juiz BJCP

Apoio:

senac-sc

jul
25

Curso de Lúpulo – Lages

O curso aborda de maneira objetiva os temas ligados a essa maravilhosa planta que tempera nossas cervejas.
Ministrado pelo renomado cervejeiro Leo Sewald.

O curso terá partes teóricas e práticas sobre como para utilizar o lúpulo na cerveja e como melhorar suas receitas mais lupuladas.

Ementa do curso:

– Sobre o lúpulo
– Botânica, cultivo e componentes
– Formatos e classificações
– Amargor e conservação
– IBUs
– Degradação e conservação
– Perfil sensorial
– Flavors e off-flavors
– Aromas e óleos essenciais
– Técnicas e dicas de lupulagem
– Ajustando sua receita de IPA

Local: Senac Lages – Av. Dom Pedro II, 1450 – São Cristóvão – Lages/SC

Data: 05/08/2017
Horário: das 13:00hs às 17:00hs.

Valor: R$ 50,00 para sócios e R$ 100,00 para não-sócios

Entre na Loja virtual ACERVA e compre seu ingresso

IMPORTANTE: OS INGRESSOS COM VALOR PARA ASSOCIADO SÃO PARA USO EXCLUSIVO DOS ASSOCIADOS. NÃO É PERMITIDO QUE SEJA REPASSADO PARA NÃO ASSOCIADOS SEM AS DEVIDAS CORREÇÕES DE VALORES.

Carga horária: 04 horas.

Vagas Limitadas.

Palestrante:
LEO SEWALD: sócio-proprietário da Cervejaria Seasons, cervejaria natural de Porto Alegre/RS conhecida por fabricar, dentre outras cervejas, as premiadas Green Cow IPA, Cirilo Coffee Stout e Wallace Amber Ale.
Cervejeiro formado pelo Siebel Institute of Technology de Chicago/EUA, também é consultor de mercado para novos negócios, membro da Brewers Association, ASBC – American Society of Brewing Chemists e MBAA – Master Brewers Association of Americas.
Sócio-fundador da ACerva Gaúcha, homebrewer por mais de 10 anos, é um ativista do meio cervejeiro, promovendo eventos, cursos e palestras em prol da disseminação da cultura das boas cervejas.

Apoio: http://portal.sc.senac.br e http://www.cervejariaseasons.com.br/

jul
17

Curso sobre Maltes – Florianópolis

Curso sobre Maltes

1 – Produção de Malte

1.1 – Objetivos da Produção do Malte

1.2 – Processo de Produção de Malte de Cevada

1.2.1 – Maceração da Cevada

1.2.2 – Germinação da Cevada

1.2,3 – Secagem do Malte

1.2.4 – Resultados

1.3 – Processo de Produção de Outros Maltes (Trigo, Aveia, Arroz, etc.)

2 – Maltes Especiais

2.1 – Classificação e Utilização

2.2 – Maltes e Estilos de Cerveja

2.3 – Diferentes Técnicas de Utilização de Maltes Especiais

3 – Análises de Malte

3.1 – Principais Análises de Maltes

3.2 – Influência da Utilização de Maltes de Baixa Qualidade

4 – Variedades de Cevada

4.1 – Variedades Atuais

4.2 – Perspectivas e Desafios

Data: 22/07/2017.

Horário: 09:00 às 12:00 e das 13:00 as 16:00

Local: Faculdade SENAC – Rua Silva Jardim ,360 – Prainha – Florianópolis – SC

Inscrições: R$ 50,00 para sócio – R$ 100,00 para não sócio.

Observação: ALMOÇO NÃO INCLUSO NO INGRESSO.

Ao lado do SENAC tem o Restaurante do SESC com um ótimo buffet a kilo. Aos sábado costuam ter feijoada. Valor bem acessível.

Entre na Loja virtual ACERVA e compre seu ingresso

IMPORTANTE: OS INGRESSOS COM VALOR PARA ASSOCIADO SÃO PARA USO EXCLUSIVO DOS ASSOCIADOS. NÃO É PERMITIDO QUE SEJA REPASSADO PARA NÃO ASSOCIADOS SEM AS DEVIDAS CORREÇÕES DE VALORES.

Carga horária: 06 horas.

Vagas Limitadas: 35 participantes.

Palestrante:

Marcos Odebrecht Jr – sócio-fundador da maltaria Maltes Catarinense, cervejeiro – Siebel/Doemens WBA, juiz BJCP de cerveja e docente na Escola Superior de Cerveja e Malte.

Apoio:

SENAC – SC http://portal.sc.senac.br/

 

jul
16

Curso Básico em Bioquímica e Propagação de leveduras cervejeiras – Criciúma

Curso básico em Bioquímica e Propagação de leveduras cervejeiras

Os objetivos deste curso são: expor de maneira mais aprofundada aspectos biologia e propagação de leveduras utilizadas para fabricação de cerveja caseira, proporcionar a prática de manipulação de leveduras e levar consigo um repique de levedura.

Parte Teórica

1) Leveduras de cerveja

– Introdução

– Tipos de Leveduras e bactérias utilizadas para fazer cervejas

– Diferenciação entre leveduras Saccharomyces

2) Bioquímica da fermentação

– Assimilação de nutrientes

– Formação de compostos de sabor

3) Métodos de inoculação de leveduras (Yeast Pitching Rate)

– Cálculos de inoculo inicial

– Efeitos da quantidade de inoculo

4) Manipulação de Leveduras

– Propagação leveduras (fases do crescimento)

– Reuso de leveduras

– Utilização de leveduras líquidas

Data:

22 de Julho de 2017.

Local:

Plurall CoWorking Av. Santos Dumont, nº 1665, São Luiz – Criciúma 

Horário:

09:00hs às 12:00hs e 13:30hs às 16:30hs

Carga Horária:

6 horas

Valor:

R$ 50,00 para sócios e R$ 100,00 para não-sócios – Para obter o desconto de sócio precisa fazer login na loja.

Para o almoço haverá um Food Truck com sanduíches de carnes nobres defumadas além da uma Kombi com cervejas variadas.
Por adesão.

Para comprar entre na Loja Virtual da ACERVA

IMPORTANTE: OS INGRESSOS COM VALOR PARA ASSOCIADO SÃO PARA USO EXCLUSIVO DOS ASSOCIADOS. NÃO É PERMITIDO QUE SEJA REPASSADO PARA NÃO ASSOCIADOS SEM AS DEVIDAS CORREÇÕES DE VALORES.

Professor:

Gabriela Müller

Graduada em Farmácia pela Universidade de Caxias do Sul. Mestrado em Biotecnologia pela Universidade Federal do Amazonas. Doutorado em Bioquímica e Pós-doutorado em Biotecnologia e Biociências pela Universidade Federal de Santa Catarina. Professora da Escola Superior de Cerveja e Malte/SC nos cursos de Pós-graduação em Tecnologia Cervejeira e Mestre Cervejeiro nas disciplinas de microbiologia e bioquímica aplicadas a cerveja, fermentos, análises laboratoriais e controle de qualidade microbiológico. Possui experiência nas áreas de fermentação alcóolica, genética de leveduras e microbiologia aplicada a produção de cervejas.  Produz cerveja em casa desde 2011. É diretora técnico-científica da ACervA Catarinense. Proprietária da empresa de fermentos líquidos e kits para controle de qualidade Levteck Tecnologia Viva em Florianópolis/SC.

jul
10

Workshop – Água: A última fronteira – Bal. Camburiú

Workshop – Água: A última fronteira

Objetivo:Apresentar os fundamentos teóricos e práticos básicos do ajuste da água na produção de cerveja.

Dinâmica:Inicialmente são apresentados os fundamentos teóricos.  Em seguida é feita uma prática que mostra o uso do PHmetro e o efeito de diferentes tipos de malte na acidificação do mosto.  A segunda parte mostra como calcular o ajuste de água para 5 receitas diferentes de cerveja, passo a passo.

Ementa:

Água: A Última Fronteira

Como o tratamento adequado da água pode melhorar suas cervejas

Teoria e Prática:

  1. Introdução
  2. Entendendo a Água
    • Por que se preocupar com a água ?
    • Principais Íons e suas influências
    • pH, Dureza, Alcalinidade e Alcalinidade Residual
    • Águas Clássicas e Águas da região
    • Onde obter uma análise de água
  3. Química da Mosturação
    • Tipos de Malte e Acidez
    • Acidez do Malte e Alcalinidade – pH da Mosturação
    • Como medir o pH da Mosturação
      • Prática – Como usar o pHmetro
      • Fitas de medição de pH
    • Prática – Observando a queda do pH para diferentes tipos de maltes
    • Estimando o pH da Mosturação – Planilhas de Cálculo
    • pH 5.2 Stabilizer, devo usar ?
  4. Ajustando a Água
    • Objetivos do ajuste da água
    • Sais mais utilizados
    • Ácidos e Malte Acidificado
    • pH da mosturação
    • Perfil Mineral – Relação Sulfato / Cloreto
    • Como medir e quando adicionar os sais e ácidos
  5. Prática
    • Prática 1 – German Pilsner
    • Prática 2 – Belgian Blonde Ale
    • Prática 3 – English Strong Bitter
    • Prática 4 – New England IPA
    • Prática 5 – Imperial Stout
  6. Resumo
  7. Bibliografia

Data:

15 de Julho de 2017.

Local:

Rua: Casa do Lúpulo em Balneário Camboriú R. Portugal, 31 – SL. 01 – Nações

Horário:

13:30hs às 18:00hs

Carga Horária:

4:30 horas

Valor:

R$ 50,00 para sócios e R$ 100,00 para não-sócios – Para obter o desconto de sócio precisa fazer login na loja.

Para comprar entre na Loja Virtual da ACERVA

IMPORTANTE: OS INGRESSOS COM VALOR PARA ASSOCIADO SÃO PARA USO EXCLUSIVO DOS ASSOCIADOS. NÃO É PERMITIDO QUE SEJA REPASSADO PARA NÃO ASSOCIADOS SEM AS DEVIDAS CORREÇÕES DE VALORES.

Professor:

Fábio Koerich Ramos, cervejeiro caseiro desde 2008, Sommelier de Cerveja pela Associação Brasileira de Sommeliers e Juiz BJCP

Ronaldo Dutra Ferreira, cervejeiro caseiro desde 2010, Sommelier de cerveja pela Associação Brasileira de Sommeliers, produz de maneira caseira a cerveja Bruxa.

jul
02

Workshop de café na Cerveja – Florianópolis

O Workshop de café consiste em abordar conceitos modernos de café especial e sua aplicação em receitas cervejeiras.

Ementa:

– Propriedades organolépticas do café (com demonstração da flavor wheel no final, na hora do cupping)
– Cafés especiais X Cervejas especiais (comparação)
– Principais especies de café
– Parámetros técnicos do café especial
– Café do plantio a colheita
– Demonstração prática de tipos diferentes de café verde
– Etapas de processamento do café
– Etapas da torra do café (com demonstração)
– Preparo do café para receita cerveja
– Cold brew X “dry coffee” na maturação da cerveja
– Cupping (com demonstração)
– Métodos de extração de café (com demonstração)

Data: 08/07/2017.

Horário: 09:00 às 13:00.

Local: Faculdade SENAC – Rua Silva Jardim ,360 – Prainha – Florianópolis – SC

Inscrições: R$ 60,00 para sócio – R$ 120,00 para não sócio.

Entre na Loja virtual ACERVA e compre seu ingresso

IMPORTANTE: OS INGRESSOS COM VALOR PARA ASSOCIADO SÃO PARA USO EXCLUSIVO DOS ASSOCIADOS. NÃO É PERMITIDO QUE SEJA REPASSADO PARA NÃO ASSOCIADOS SEM AS DEVIDAS CORREÇÕES DE VALORES.

Carga horária: 04 horas.

Vagas Limitadas: 25 participantes.

Palestrante:

Marcelo Franck Barboza tem formação na área, tendo concluído cursos no CoffeeLab da Isabela Raposeiras, além de realizar intercambio cultural, profissional e técnico com cafés e torrefações do mundo todo.

Apoio: SENAC – SC http://portal.sc.senac.br/

jun
19

Workshop – Água: A última fronteira – Laguna

Workshop – Água: A última fronteira

Objetivo:Apresentar os fundamentos teóricos e práticos básicos do ajuste da água na produção de cerveja.

Dinâmica:Inicialmente são apresentados os fundamentos teóricos.  Em seguida é feita uma prática que mostra o uso do PHmetro e o efeito de diferentes tipos de malte na acidificação do mosto.  A segunda parte mostra como calcular o ajuste de água para 5 receitas diferentes de cerveja, passo a passo.

Ementa:

Água: A Última Fronteira

Como o tratamento adequado da água pode melhorar suas cervejas

Teoria e Prática:

  1. Introdução
  2. Entendendo a Água
    • Por que se preocupar com a água ?
    • Principais Íons e suas influências
    • pH, Dureza, Alcalinidade e Alcalinidade Residual
    • Águas Clássicas e Águas da região
    • Onde obter uma análise de água
  3. Química da Mosturação
    • Tipos de Malte e Acidez
    • Acidez do Malte e Alcalinidade – pH da Mosturação
    • Como medir o pH da Mosturação
      • Prática – Como usar o pHmetro
      • Fitas de medição de pH
    • Prática – Observando a queda do pH para diferentes tipos de maltes
    • Estimando o pH da Mosturação – Planilhas de Cálculo
    • pH 5.2 Stabilizer, devo usar ?
  4. Ajustando a Água
    • Objetivos do ajuste da água
    • Sais mais utilizados
    • Ácidos e Malte Acidificado
    • pH da mosturação
    • Perfil Mineral – Relação Sulfato / Cloreto
    • Como medir e quando adicionar os sais e ácidos
  5. Prática
    • Prática 1 – German Pilsner
    • Prática 2 – Belgian Blonde Ale
    • Prática 3 – English Strong Bitter
    • Prática 4 – New England IPA
    • Prática 5 – Imperial Stout
  6. Resumo
  7. Bibliografia

Data:

08 de Julho de 2017.

Local:

Rua: Travessa Nova Veneza, 86, Ed. Portinari – Mar Grosso – Andar: 100 (interfone) – Laguna

Horário:

13:00hs às 18:00hs

Carga Horária:

5 horas

Valor:

R$ 50,00 para sócios e R$ 100,00 para não-sócios – Para obter o desconto de sócio precisa fazer login na loja.

Para comprar entre na Loja Virtual da ACERVA

IMPORTANTE: OS INGRESSOS COM VALOR PARA ASSOCIADO SÃO PARA USO EXCLUSIVO DOS ASSOCIADOS. NÃO É PERMITIDO QUE SEJA REPASSADO PARA NÃO ASSOCIADOS SEM AS DEVIDAS CORREÇÕES DE VALORES.

Professor:

Fábio Koerich Ramos, cervejeiro caseiro desde 2008, Sommelier de Cerveja pela Associação Brasileira de Sommeliers e Juiz BJCP

Ronaldo Dutra Ferreira, cervejeiro caseiro desde 2010, Sommelier de cerveja pela Associação Brasileira de Sommeliers, produz de maneira caseira a cerveja Bruxa.

jun
09

II Concurso Regionalizado de Cervejas Caseiras do Oeste Catarinense

1                 SOBRE O CONCURSO

O principal objetivo do CONCURSO REGIONALIZADO é promover e incentivar a produção de cervejas caseiras por meio da valorização da produção artesanal entre os sócios da ACervA Catarinense, além de:

  1. reconhecer os cervejeiros caseiros de destaque que tenham a sua cerveja caseira classificada entre as finalistas;
  2. estimular o aprimoramento técnico dos cervejeiros caseiros a partir da análise criteriosa das amostras das cervejas inscritas no CONCURSO REGIONALIZADO e do fornecimento das fichas de avaliação preenchidas pelos membros da Comissão Avaliadora;
  3. possibilitar a formação e o aperfeiçoamento de juízes de cerveja em Santa Catarina por meio do aprendizado contínuo, da troca de experiências entre os juízes e com a designação dos pontos de experiência utilizados pelo BJCP para promoção dos juízes membros (ou aspirantes) do BJCP;
  4. aprimorar a capacidade técnica e organizacional de sócios da ACervA Catarinense na realização de concursos desta natureza;
  5. promover a confraternização entre cervejeiros caseiros de Santa Catarina na ocasião da divulgação dos resultados do CONCURSO REGIONALIZADO;
  6. estabelecer um modelo de Concurso Regionalizado de Cervejas Caseiras da ACervA Catarinense no calendário anual da associação;
  7. divulgar e fortalecer a ACervA Catarinense em âmbito regional.

2                 SOBRE AS DATAS DO CONCURSO

O cronograma do CONCURSO 2017 respeitará as seguintes datas:

09/06/2017 Lançamento do II Concurso Regionalizado, divulgação do cronograma e publicação do regulamento
12/06/2017 Início do prazo para as inscrições
26/06/2017 Início do prazo para recepção das amostras
17/07/2017 Término do prazo para as inscrições
21/07/2017 Término do prazo para recepção das amostras
28/07/2017 Início da triagem e codificação das amostras
28/07/2017 Término da triagem e codificação das amostras
29/07/2017 Avaliação das amostras
29/07/2017 Divulgação dos finalistas e início do envio das súmulas
29/07/2017 Divulgação dos resultados

3                 SOBRE QUEM PODE PARTICIPAR

Serão aceitas inscrições neste CONCURSO REGIONALIZADO os estilos de cerveja do Guia de Diretrizes de Estilos do BJCP, versão 2015, conforme detalhado em SOBRE OS ESTILOS.

  • Para os estilos de cerveja poderão se inscrever:
  1. Cervejeiros caseiros individuais sócios da ACervA Catarinense das regionais OESTE, MEIO OESTE e EXTREMO OESTE em dia com as suas obrigações estatutárias.
  2. Grupos de cervejeiros caseiros constituídos de um cervejeiro caseiro responsável e um ou mais cervejeiros caseiros auxiliares.
  3. No caso de inscrição como grupo de cervejeiros caseiros, pelo menos um dos integrantes do grupo deve ser sócio da ACervA Catarinense em dia com as suas atribuições estatutárias.
  4. O cervejeiro caseiro denominado responsável é o integrante do grupo responsável pela inscrição e é o único membro que será contatado pela Comissão Organizadora, caso se faça necessário.
  5. Os cervejeiros caseiros que estiverem inscritos em um grupo de cervejeiros caseiros não poderão participar individualmente na mesma categoria.

4                 SOBRE OS ESTILOS

Serão aceitas inscrições neste CONCURSO REGIONALIZADOS 3 (três) categorias de cerveja, 10C Weizenbock, 18B American Pale Ale, 19C American Brown Ale do Guia de Diretrizes de Estilos do BJCP, versão 2015.

5                 SOBRE AS INSCRIÇÕES

  • Cada participante, individual ou grupo, poderá realizar apenas 1 (uma) inscrição por categoria. Caso mais de uma inscrição seja realizada na mesma categoria prevalecerá a mais recente.
  • Por se tratar de um CONCURSO REGIONALIZADO para cervejeiros caseiros respeitando os objetivos apresentados neste regulamento, as amostras inscritas no CONCURSO REGIONALIZADO não poderão ter sido produzidas por empresa/cervejaria estabelecida.
  • A cerveja inscrita no concurso deverá ser produzida de maneira caseira, sem equipamentos profissionais.
  • O processo de inscrição consiste em 6 (seis) etapas:

ETAPA 1:  criação de um usuário através do preenchimento do formulário de inscrição na   página do evento disponível através do seguinte endereço: http://acervasc.trueit.com.br/concurso-oeste/

ETAPA 2:   inclusão das informações da(s) amostra(s) inscrita(s);

ETAPA 3:   pagamento da taxa de inscrição;

ETAPA 4:  impressão da Ficha de Identificação de Amostra (com código de barras) após a confirmação do pagamento da taxa de inscrição;

ETAPA 5: envio das amostras de cerveja conforme definido neste regulamento;

ETAPA 6: verificação do recebimento da(s) amostra(s) através do sistema online de registro e gerenciamento de amostras e inscrições.

Importante: não serão enviados e-mails aos inscritos para confirmar o pagamento e/ou o recebimento da(s) amostra(s). Todas estas informações estarão disponíveis através do sistema de inscrição. A atualização destas informações pode levar alguns dias. Evite entrar em contato com a organização do concurso solicitando informações que serão disponibilizadas pelo sistema. Cada e-mail que precisa ser respondido para UM inscrito equivale a menos tempo disponível para tarefas que beneficiam TODOS os inscritos.

  • A amostra somente será considerada inscrita após o responsável pela inscrição completar todas as etapas descritas acima.
  • Caso a Comissão Organizadora julgue necessário, as amostras poderão ser desclassificadas do certame em qualquer etapa do processo de inscrição, independente de confirmações enviadas anteriormente, por qualquer que seja o meio (escrito, verbal, eletrônico, dentre outros).
  • O valor da taxa de inscrição é:
    • R$ 35,00 (trinta e cinco reais) para a primeira amostra.
    • R$ 15,00 (quinze reais) adicionais para cada amostra complementar, respeitando o limite máximo de 1 (uma) inscrição por estilo e o máximo de 3 (três) inscrições por cervejeiro.
    • O pagamento deverá ser realizado SOMENTE após o cadastro da(s) amostra(s) nos sistema de inscrição informado no item 7.4 deste regulamento.
    • O pagamento poderá ser realizado de duas formas: via depósito bancário na conta da ACERVA Catarinense ou via boleto bancário.
    • Para depósito a conta bancária é: Banco do Brasil ag 3163-1 cc 105.289-6 CNPJ ACERVA é : 10.901.970/0001-11
    • Para boleto bancário é necessário solicitar através do email secretaria@acervacatarinense.com.br , informando o valor a pagar e o nome da(s) amostra(s) registradas.
    • Após depósito ou pagamento do boleto enviar o comprovante para o email secretaria@acervacatarinense.com.br que fará a conferência e retornará com a confirmação ou não do pagamento e assim validando a participação no concurso.
  • O valor angariado com as inscrições será utilizado para cobrir as despesas envolvidas na organização do CONCURSO REGIONALIZADO.
  • Possíveis quebras de caixa (positiva ou negativa) serão absorvidas pelo caixa da Associação.
  • Para manter a qualidade do CONCURSO REGIONALIZADO serão disponibilizadas 40 (quarenta) vagas, no somatório de todos os estilos participantes. Caso este limite seja atingido, as inscrições serão encerradas.

6                 SOBRE A PREMIAÇÃO

  • Todos os inscritos receberão, apenas por e-mail, no prazo de 60 dias após a divulgação dos resultados, as fichas de avaliação da sua cerveja, contendo a pontuação, a descrição da amostra, identificação de possíveis problemas e sugestões de melhorias.
  • A ACervA Catarinense premiará os três primeiros colocados em cada categoria, considerando as categorias de cerveja.
  • O participante cuja amostra de cerveja tenha atingido a pontuação necessária receberá, apenas por e-mail, um certificado contendo uma das classificações a seguir:
    • Certificado para os inscritos que obtiverem a segunda e a terceira colocação de cada categoria.
    • Certificado para os inscritos que obtiverem a primeira colocação em cada categoria.
    • Prêmios adicionais poderão ser entregues cervejeiros mais bem colocados, a critério dos apoiadores do evento.
  • A Comissão Organizadora reserva-se ao direito de cancelar parcialmente a premiação do CONCURSO REGIONALIZADO caso:
    • Seja constatado que o vencedor tenha tido uma conduta prejudicial contra o CONCURSO REGIONALIZADO, seus Apoiadores, contra a Comissão Organizadora ou contra a Associação.
    • Determinada categoria possua menos de 4 (quatro) inscrições válidas.
    • A maior nota em determinada categoria seja inferior a 30 (trinta) pontos, dos 50 (cinquenta) pontos possíveis.
  • A decisão final sobre a escolha dos premiados é inquestionável e irrecorrível.

CLIQUE PARA LER O REGULAMENTO COMPLETO 2017

APOIO

BIG-JONH

Posts mais antigos «

» Posts mais novos